Ímpios: Como praticar o perdão

O que, na verdade, mostra que a intolerância permanece, de alguma forma.Chamamos de ímpios os pecadores, as pessoas que não seguem a palavra de Deus.E mesmo contra tudo aquilo que aprendemos com a palavra de Deus, somos capazes de dentro de um culto ouvir e propagar impiedades.

Se nas civilizações antigas a impiedade era uma questão cívica, atualmente vemos como uma questão religiosa. E a mudança se deu, provavelmente, porque os primeiros cristãos recusavam-se a colocar um pouco de incenso perante as imagens dos deuses.E se antigamente isso causava mortes, hoje nos ocupamos com julgamentos.

Isso tudo porque nos fechamos em um grupo, nos limitamos a reproduzir o que ouvimos e não estamos dispostos a receber o que é diferente, e a ponderar as outras opiniões. Só apontamos: ímpios!

ímpios

Ímpios,pratiquem o perdão

Até mesmo o significado dessa palavra ficou perdido, já parou para pensar que ímpios são também aqueles que não praticam a piedade? Portanto, quem julga aquele que não segue a palavra de Deus está sendo impiedoso também.

Então vemos como é fácil apontar o dedo e exigir que o outro seja perfeito e livre de pecados, enquanto a gente segue a vida cometendo os mesmos pecados sem arrependimentos e certos do perdão. Enquanto deveríamos praticar o perdão.

Agora pense a respeito dos seus pensamentos, das suas palavras e das suas atitudes, a piedade está inserida em todas essas áreas? Sim, é muito difícil olhar para dentro, enfrentar os nossos defeitos. Mas é tão nobre e engrandecedor que não há como não ser feito. Porque a partir dessa clareza é que se obtém consciência daquilo que aprendemos na igreja.

Essa atitude vai tirar você desse ciclo vicioso de julgamentos, e levá-lo ao caminho de Deus. Porque a diferença de quem está praticando a impiedade com bíblias e púlpitos, daqueles que estão pelas ruas, é que estes não tem escudos, estão de peito aberto. Lembre-se que as palavras de Cristo que nos julgarão.

A prática na piedade na fé

Para descobrir qual é a verdadeira fé é preciso ter coragem. Porque aquilo que se sente e não tem muitas explicações não pode ser questionado.

Ou que você vai dizer sobre Jesus caminhar sobre as águas? Vai questionar? Então saiba que nesse questionamento não há fé.

E sem poder enxergar ou tocar naquilo que acredita, existe simplesmente porque você acredita.

Mudar a postura, enfrentar os medos é sair da zona de conforto. E isso é a vida. E apesar de toda dificuldade que possa enfrentar, Deus estará lá.

Por mais que seja difícil entender certas coisas, tudo é passageiro e nos serve como lição. O livre arbítrio nos permite escolher, e podemos escolher qualquer cenário.

Porque o que importa mesmo é o nosso objetivo, onde queremos chegar ao final de tudo isso. Afinal, a vida é difícil, e ter coragem para viver é magnifico.

Você duvida que há um lugar para você no paraíso? Mas as pequenas atitudes, aquilo que você escolhe devolver porque não é seu, o lugar que você cede ao idoso, o que você faz quando ninguém está olhando é o que define quem você é realmente.

E é preciso ter muita coragem para as decisões mais importantes, e no momento de maior dificuldade será para a maior força que conhece que você pedirá ajuda. Porque isso é fé, aquela que fez Jesus caminhar sobre as águas.

Você sabe muito bem que não importa quem seja e qual sofrimento esteja passando, a sua salvação estará sempre por perto: em Deus. Ele estará sempre disposto a ajudar em sua caminhada.

Se você se sente abençoado, saiba que pode fazer isso por mais alguém.
Como? Compartilhando com amor.

Gostou de ler esse artigo? Aproveite para ler também:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *